Mariana fez-se surfista na icónica praia de São Pedro do Estoril. Uma evolução meteórica viu-a sagrar-se campeã nacional sub-16 somente quatro anos depois de ter deslizado numa onda pela primeira vez. Em 2015, integrou a equipa que levou Portugal ao 6º posto do ranking geral dos WJSC da ISA, o melhor resultado de sempre da Seleção Nacional Júnior numa competição internacional. Agora, tem os troféus da Liga Moche e do Pro Júnior europeu na mira, embora a sua ideia de felicidade tenha mais a ver com uma boat trip num destino de ondas perfeitas e água quente do que com todos os troféus do mundo. Não perde muito tempo a pensar no futuro mas não precisamos de saber o que o destino lhe reserva para ter a certeza de que o surf feminino português está bem entregue nas mãos desta talentosa goofy-footer.